Lançado projeto de categorização dos serviços de alimentação de Santa Maria Assessoria de Comunicação (ASSECOM)
08/11/2018

A Prefeitura de Santa Maria, em parceria com o Sebrae, a Universidade Franciscana (UFN), a Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e a Associação de Hotéis, Restaurantes, Agências de Viagens e Turismo de Santa Maria (Ahturr) lançaram, na tarde desta terça-feira (06), na Câmara Municipal de Vereadores, o projeto de Categorização dos Serviços de Alimentação.

De acordo com a coordenadora geral do projeto, Ana Lúcia de Freitas Saccol, Santa Maria será a pioneira a implantar o sistema de classificação no país e, posteriormente, poderá servir de modelo para outras cidades. O foco da categorização é reduzir o risco de contaminação sanitária nos estabelecimentos e será executado pela Superintendência em Vigilância Sanitária do Município.

A certificação se dará em três etapas: o estabelecimento realiza uma autoavaliação; a autoridade fará a fiscalização conforme 50 itens essenciais para a qualidade sanitária - aqui se dá a primeira qualificação -; e por último, é feito o segundo ciclo de avaliação e é atribuído o selo ao estabelecimento. A classificação será disposta na fachada da empresa e poderá ser A (categoria Ouro), B (categoria Prata) e C (categoria Bronze).

A solenidade da tarde desta terça-feira contou com a presença do vice-prefeito Sergio Cechin, que salientou a importância de o polo gastronômico da cidade ser reconhecido pela qualidade de seus serviços.

“O reconhecimento dos estabelecimentos é de extrema importância, tanto para os consumidores quanto para os empreendedores. A diferenciação e a qualidade do que é oferecido merecem ser ressaltadas”, destacou o vice-prefeito.

Também participaram do lançamento e apresentação do projeto as professora da UFSM, Lidiane Machado; o vereador Admar Pozzobom; o representante do Sebrae, Carlos Karsten; e empresários da cidade.

ADESÃO VOLUNTÁRIA

A adesão das empresas é voluntária e gratuita, e o projeto será realizado em fases, desde a capacitação sobre a metodologia, passando por auto avaliações, inspeções, atendimento das exigências, até a disponibilização do selo. As inspeções serão feitas pela Superintendência da Vigilância em Saúde de Santa Maria.

Para aderir, os estabelecimentos precisam ter área de manipulação de alimentos, atividade registrada como serviço de alimentação e água potável e tratamento de esgoto. Também é necessário ter alvará ou já ter protocolado o pedido. Interessados podem entrar em contato pelos telefones (55) 99916-9709 (Carlos Karsten Junior) e (55) 999761642, ou pelos e-mails alsaccol@yahoo.com.br ou carlosj@sebraers.com.br.


Leia mais sobre o projeto aqui.


Texto e Fotografia: Comunicação PMSM e Comunicação CVSM


divulgar@unifra.br | 3220 1200 - Ramal 1296
Acesse - Comunicação