O impacto dos cursos da saúde na sociedade
  1. Blog da UFN
  2. O impacto dos cursos da saúde na sociedade

A Universidade Franciscana, UFN, oferta nove cursos na área da saúde: Biomedicina, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Medicina, Nutrição, Odontologia, Psicologia e Terapia Ocupacional. Diante da formação profissional teórica e prática, as atividades extensionistas caracterizadas pelo atendimento à população, tornam-se diferenciais para a construção do conhecimento do aluno em nível didático, diante da formação humana e científica do estudante da UFN.

A coordenadora dos Laboratórios de Prática em Psicologia, Fernanda Real Dotto, entende que o atendimento prático aos alunos é fundamental para o aprendizado, por isso o trabalho nas clínicas de atendimento é fundamental.

“A experiência nos laboratórios de Psicologia é importante, principalmente, para o amadurecimento do aluno e a construção da sua confiança mediante o acolhimento e tratamento dos pacientes. O laboratório é uma forma dos alunos verem e sentirem na prática a teoria de como é o fazer psicológico”, destaca

Ao possibilitar o atendimento diante de um valor simbólico para a população, a IES se aproxima da comunidade, e o estudante tem uma visão mais crítica e humana sobre realidades e situações diversas que sua profissão pode proporcionar após a graduação.




Um exemplo é do acadêmico do 8º semestre de Fisioterapia, Klau Emílio Mingotti, que realiza de três a quatro atendimentos diários durante a semana nos estágios dos laboratórios de prática em Fisioterapia. Na sua prática, ele tem a oportunidade de atender casos diversificados, como por exemplo o de um bebê de 3 anos, e de uma idosa de 80.

“O estágio é uma forma de aprendizado e de conhecimento da área, porque além de poder aprofundar a teoria na prática, é uma realização auxiliar na melhora de pacientes, na evolução do tratamento e fazer a diferença na vida das pessoas”, ressalta.

Só em 2017, a UFN promoveu cerca de 20 mil atendimentos nos 11 laboratórios de práticas em saúde à comunidade. Destes, são feitos, desde tratamentos complexos e a longo prazo, como acompanhamento psicológico para portadores de Depressão, a atendimentos emergenciais por parte da Odonto, como extração de dentes.

Entre os 20 mil pacientes que passaram pelos laboratórios, está a ex-comerciante e dona de casa, Thereza Silva Schallemberger, de 57 anos. Ela recebe acompanhamento fisioterapêutico há seis anos na IES para tratar a Doença de Parkinson aliada a Fibromialgia.




“Antes do tratamento, eu não conseguia segurar nada com as mãos nem caminhar. Aqui me sinto em casa, já faz parte da minha família, da minha vida”, exalta a paciente.

Os laboratórios de prática em saúde estão localizados no prédio 17, no conjunto III da UFN. O agendamento de consultas para triagem é feito semestralmente no 2º andar, na secretaria dos laboratórios, de segunda à sexta-feira, das 7h30h ao 12h e das 13h30 às 17h. Os agendamentos para este semestre já foram encerrados, mas a partir de fevereiro voltarão a acontecer normalmente.