Informações Acadêmicas
  1. Ensino
  2. Mestrado
  3. Mestrado Profissional Saúde Materno Infantil
  4. Informações Acadêmicas
Como ingressar
Disciplinas

Obrigatórias

1 2 3 4
PMI001 - Saúde Materna, Neonatal e Infantil Carga horária: 68h

Concepções teóricas, históricas e culturais relacionadas à saúde materna, neonatal e do lactente. Promoção da saúde materna, neonatal e infantil. Atenção integral e multiprofissional à saúde materna, neonatal e infantil. Controle pré-natal e principais causas de mortalidade materna e neonatal. Assistência integral e humanizada no parto e pós-parto. Amamentação precoce e exclusiva. Intercorrências obstétricas e neonatais. Considerações fisiológicas e farmacoterapêuticas na gestação e lactação. Indicadores de qualidade associados à saúde materna, neonatal e infantil.

PMI002 - Seminário Integrado Carga horária: 17h

Aprofundamento de referenciais teórico-práticos sobre à saúde materno infantil. Socialização de vivências teórico-práticas relacionadas à saúde materno infantil e da família. Proposição de intervenções proativas nos cenários de prática.

PMI003 - Bioética e Cidadania Carga horária: 34h

Fatos históricos e fundamentos da bioética. Saúde pública, bioética e cidadania. Inclusão social no contexto político da bioética. Biotecnologia, ética e controle social. Da bioética de princípios à bioética interventiva na perspectiva interdisciplinar de saúde. Modelos de assistência e conflitos de interesse. Equidade, gênero, evidências e direitos de acesso à assistência prénatal e ao parto. Decisão e autonomia da mulher no seu processo de parturição. Direitos reprodutivos e a bioética.

PMI004 - Políticas e Gestão da Rede de Atenção Materno Infantil Carga horária: 68h

Abordagens teórico metodológicas de atenção à saúde materno infantil. Identificação e contextualização dos aspectos legais e políticas de proteção à saúde materna e infantil. Políticas públicas para a melhoria da qualidade e humanização da atenção à saúde materna e infantil. Política de atenção à saúde da mulher e da criança no contexto da promoção da saúde. Pacto pela redução da mortalidade materna e infantil. Planejamento e gestão dos sistemas e serviços de saúde. Ferramentas do processo de gestão. Sistemas de informação em saúde. Avaliação em saúde. Auditoria em saúde.

PMI005 - Tecnologias Inovadoras e Empreendedorismo em Enfermagem e Saúde Carga horária: 34h

Concepções teóricas e práticas de tecnologia, inovação e empreendedorismo na enfermagem e saúde. Classificação dos diferentes tipos de tecnologias no trabalho em saúde. O saber da enfermagem como tecnologia e prática empreendedora. Inovação e avanços tecnológicos na área de enfermagem e saúde. Tecnologias não invasivas de cuidado no parto e nascimento. Produção, desenvolvimento e implementação de tecnologias no contexto da saúde materno infantil.

PMI006 - Prática Orientada Carga horária: 17h

Práticas obstétricas humanizadas e baseadas em evidências científicas. Acompanhamento das atividades profissionais dos discentes, pelo professor orientador, com vistas ao desenvolvimento de boas práticas associadas ao projeto do discente. Socialização de vivências práticas entre os discentes.

PMI007 - Elaboração do Trabalho de Conclusão de Curso I Carga horária: 17h

Aprofundamento teórico-metodológico para a elaboração do projeto de trabalho final de curso. Construção e qualificação do Trabalho de Conclusão de Curso.

PMI008 - Elaboração do Trabalho de Conclusão de Curso II Carga horária: 17h

Aprofundamento teórico-metodológico para a execução do projeto elaborado como requisito para a finalização do curso de mestrado profissionalizante.


Obrigatórias 272h
Optativas 170h
ACC 0h
Estágio 0h
Total 442h

Formulários e modelos

O Mestrado tem como objetivos:

O Mestrado em Saúde Materno Infantil tem como área de Concentração: Saúde Materno Infantil; como Missão: Ser referência nacional na área da Saúde Materno Infantil, pelo desenvolvimento de boas práticas de atenção, gestão e organização da rede de atenção à Saúde Materno Infantil; e, como finalidade: Transcender a perspectiva fragmentária e verticalizada imposta pelo modelo tradicional, fortemente orientado pelo paradigma biomédico e instaurar movimento prospectivo de boas práticas e práticas avançadas em evidências, com vistas à promoção da saúde materno infantil e a redução das taxas de mortalidade materna e neonatal. Salienta-se, que o MPSMI já tem visibilidade reconhecida em âmbito local e regional, pela atuação proativa e forte inserção social e política de seus docentes e discentes nas mais diferentes frentes de trabalho relacionadas à Saúde Materno Infantil. O impacto de suas ações poder ser percebido tanto no setor da Saúde, quanto no setor da Educação e da Assistência Social, principalmente pela articulação em rede com os diferentes setores. 

Objetivo geral: 

Qualificar profissionais de enfermagem e saúde para o desenvolvimento e a implementação de saberes, tecnologias e práticas voltadas à assistência integral da saúde materno infantil. Implementar práticas emancipatórias que assegurem o protagonismo da mulher no período gravídico-puerperal e o cuidado humanizado à mulher, ao recém-nascido e à criança até os 24 meses de vida, na perspectiva das relações e interações sistêmicas. Fomentar a produção e a implementação de tecnologias (processos e produtos) aplicáveis ao espaço de trabalho multiprofissional, visando assegurar boas práticas e a consolidação da rede de atenção integral à saúde materna, neonatal e infantil. 


Objetivos específicos: 

• Capacitar profissionais de enfermagem e de saúde para a produção, o desenvolvimento e a implementação de boas práticas em saúde, relacionadas às condições da gestação, do parto, do puerpério, do nascimento e do desenvolvimento infantil, em consonância com as políticas e programas nacionais e internacionais; 
• Habilitar profissionais para atuarem de forma cooperativa e colaborativa em ambientes multiprofissionais, na organização e na gestão da rede de atenção integral à saúde materno infantil; 
• Capacitar profissionais para atuarem com atitude ética, crítica e resolutiva na transformação das práticas tradicionais lineares e fragmentadas da saúde materno infantil em práticas integradoras e sistêmicas; 
• Habilitar profissionais para a liderança proativa e empreendedora capacitados a protagonizar e articular novos saberes/tecnologias/práticas/políticas, com base no conceito ampliado de saúde; 
• Capacitar profissionais aptos a ampliar e validar saberes, tecnologias e práticas pela cooperação com ambientes profissionais/centros de estudos/pesquisas regionais, nacionais e internacionais.