UFN promove capacitação para professores da IES Assessoria de Comunicação (ASSECOM)
03/01/2019

A partir dos novos marcos regulatórios de avaliação, professores da Universidade Franciscana participaram de uma capacitação com objetivo de elencar os desafios e perspectivas para a gestão da formação docente das Instituições de Ensino Superior.

Quem ministrou a formação docente foi a Dra. Marion Creutzberg, da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul – PUCRS. A atividade foi promovida pela Pró-reitoria Acadêmica – PROAC e ocorreu durante a manhã e tarde desta quinta-feira, 03 de janeiro, no Conjunto III da UFN.

Ao longo da manhã, a palestrante abordou de uma forma geral o tema do encontro, intensificando as explicações em relação ao processo avaliativo do Índice Geral de Cursos (IGC) e Conceito Preliminar de Curso (CPC), por exemplo.

Segundo ela, o IGC é calculado anualmente, com base nos resultados da avaliação dos Cursos de Graduação (CPC) e de Pós-Graduação (Capes). Já o CPC indica a qualidade dos cursos de Graduação considerando o desempenho dos estudantes no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), o Indicador de Diferença entre os Desempenhos Esperado e Observado (IDD), o perfil dos professores e um questionário aplicado aos estudantes da IES.

Na última avaliação, referente ao ano de 2017, a Universidade Franciscana obteve nota 4 referente ao Índice Geral de Cursos (IGC). Já em relação ao Conceito Preliminar de Curso (CPC), dos 14 cursos avaliados, a Universidade Franciscana obteve uma nota máxima (5), que foi conquistada pelo curso de Filosofia. Esse conceito 5 (4.4485) trouxe para a Universidade Franciscana o título de IES com o Melhor Curso de Filosofia do País. 

Durante o período da tarde, Dra. Marion trabalhou com o processo de curricularização da extensão junto aos docentes. Na Universidade Franciscana, a integração da extensão passará a ser aplicada no 1º semestre de 2019. Ela está prevista no Plano Nacional de Educação (PNE), sendo que as Universidades têm até 2024 para realizar as adequações necessárias para atendê-lo. 

As atividades de extensão funcionam como um espaço de aprendizagem e de criação de conhecimento onde alunos, orientados por professores, constroem, interagem, teorizam e transformam realidades da comunidade onde vivem, a partir da teoria que aprendem em sala de aula. 


divulgar@unifra.br | 3220 1200 - Ramal 1296
Acesse - Comunicação