PsicoCine realiza debate sobre racismo a partir de documentário Assessoria de Comunicação (ASSECOM)
04/12/2018

O Diretório Acadêmico do Curso de Psicologia da Universidade Franciscana realizou uma nova edição do PsicoCine. Com base no documentário ‘Negritudes Brasileiras’, elaborado pela Youtuber Nataly Neri, os acadêmicos fizeram um reconhecimento da existência do racismo na sociedade.

Além disso, eles promoveram uma discussão sobre a temática no âmbito acadêmico, levando em conta o Dia Nacional da Consciência Negra, celebrado em 20 de novembro.

“A ideia surgiu para fazer a comunidade acadêmica refletir sobre o racismo, utilizando o espaço que a Universidade nos proporciona para promover o debate e a discussão sobre temas como este para a sociedade”, afirma uma das representantes do Diretório, Caroline Ferreira dos Santos.

Alice Carvalho, também representante do Diretório de Psicologia, complementou dizendo que debater assuntos como este fazem parte do ser Psicólogo, pois envolvem ética e reflexão.

De acordo com a professora de Psicologia, Monise Serpa, esses tipos de discussões já estavam presentes na vida dos estudantes antes mesmo de eles ingressarem na Universidade. 

“Eles já vinham lutando e tendo essa posição perante os seus grupos e comunidades. Na Universidade eles podem expandir essa luta, principalmente na Psicologia, onde enfrentam o racismo na prática e pela sua relação ético-social existente”, ressalta. 

O documentário Negritudes Brasileiras foi produzido neste ano de 2018 e procura explicar, por meio de homens e mulheres, negros e especialistas, a descoberta da identidade negra no Brasil. Além disso, ele propõe o debate racial no país. 


Texto e fotos: Fernando Cezar / Estagiário Jornalismo


divulgar@unifra.br | 3220 1200 - Ramal 1296
Acesse - Comunicação