O que é o Programa de Atenção Integrada em Psicologia?
  1. Blog da UFN
  2. O que é o Programa de Atenção Integrada em Psicologia?

O Programa de Atenção Integrada em Psicologia (PAIP) é um serviço de saúde mental ligado à pró-reitoria da Universidade Franciscana (UFN). Fundado em 2005 com o intuito de se atender à comunidade acadêmica com alguma demanda relacionada ao sofrimento psíquico, por meio de atendimentos clínicos semanais, principalmente individuais breves focais.

Os atendimentos individuais se dão a partir da procura do aluno ou funcionário, ou encaminhamento, com o posterior preenchimento de ficha com dados pessoais, bem como horários de disponibilidade para atendimento.

Após esse momento, há o primeiro contato realizado por telefone, onde se deve marcar um horário para ocorrer a triagem com o estagiário responsável. Esse processo inicial dura de um a dois encontros, com a função de avaliar se a demanda que o sujeito trouxe seria para o PAIP, para outro serviço da instituição ou da rede de saúde do município.

Se encaminhado para psicoterapia breve focal no serviço é assinado o Termo de Compromisso pelos estagiários em conjunto com o funcionário/aluno e estes são informados do contrato, ou seja, a respeito das combinações do atendimento, como o número de faltas aceitas pelo contrato, o compromisso necessário e da possibilidade do que foi discutido vir a ser utilizado para fins de pesquisa. Atualmente o PAIP conta com psicoterapia individual nas abordagens psicanalítica, TCC (terapia cognitiva comportamental) e de grupos.




Além disso, o programa ainda conta com a realização de oficinas para o corpo docente de diversos cursos da universidade, a partir de pedidos de suas coordenações com demandas específicas, por exemplo, o tema da ansiedade, depressão, suicídio, que são as demandas que mais lhes saltam aos olhos, bem como as que mais aparecem nos atendimentos individuais, conforme pesquisa organizacional do serviço com os estagiários.

No ano de 2017 foram implementadas novas estratégias de prevenção e promoção de saúde no serviço: a criação de grupos de reflexão com temáticas específicas, que contam com pessoas que se identificam com estas e duas coordenadoras.

Agora, em 2018, há o intuito de que se amplie os serviços de prevenção e promoção em saúde, a partir de cinedebates e rodas de conversa, com temas previamente selecionados e estudados, que tem o intuito de atuar como instrumentos disparadores de mudanças e pensamentos, bem como a oportunizar a origem para novos grupos de reflexão, que continuarão a funcionar no serviço.

Mariana Müller de Freitas
Estagiária de Prevenção e Promoção de Saúde, PAIP.

Contato: paipufn@gmail.com